Notre Dame São Sebastião

Saiba mais sobre o teste rápido de Covid-19

O teste sorológico para a detecção de anticorpos para a Covid-19 – também chamado de teste rápido para coronavírus – necessita de cuidados em sua interpretação. Afinal, nem todo paciente produzirá anticorpos suficientes para positivar o teste nos primeiros dias de infecção. Geralmente, a detecção de IgM se dá a partir do 10º dia, podendo acarretar em falso-negativo. Já a detecção de IgG é possível a partir do 15º dia da infecção.

Além disso, nem todo IgM positivo é resultado de uma exposição recente, pois existe a IgM residual, que pode permanecer por vários meses. Sendo assim, há necessidade de confirmação por técnica de PCR, a fim de isolar os que possuem carga viral positiva. Falsos-positivos também podem ocorrer devido à reação cruzada com outras doenças.

Em síntese, o teste rápido para coronavírus detecta a presença de anticorpos, não necessariamente que aquele indivíduo seja um agente disseminador do vírus. O teste que abrange todas as etapas de potencial infeccioso em indivíduos apresentando sintomas ou não é o RT PCR Covid-19.

Foto: Divulgação/Ministério da Saúde

Hospital pede ajuda de voluntários para a confecção de máscaras

O Hospital Notre Dame São Sebastião, de Espumoso, solicita à comunidade local auxílio para a confecção de máscaras de proteção facial, a serem doadas à instituição. Atualmente, a casa de saúde conta com apenas uma costureira. Sendo assim, a ajuda de voluntários se faz necessária nesse momento.

Os interessados podem entrar em contato pelo telefone (54) 3383-4200 ou pelo WhatsApp (54) 99178-0626, a fim de obter mais informações.

Cuidados com a saúde mental durante a pandemia de Covid-19

O cenário epidemiológico atual demanda cuidados essenciais para evitar a proliferação do novo coronavírus – sobre os quais já estamos devidamente orientados. Contudo, a fim de que possamos enfrentar e vencer essa guerra contra um inimigo invisível, é fundamental o equilíbrio entre corpo, mente e espírito. Por isso, seguem algumas dicas para você cuidar de sua saúde mental:

– Mantenha-se em contato: neste momento, o isolamento é necessário para evitarmos o contágio. No entanto, temos diversas maneiras de estar em contato. Aproveite e comunique-se com os seus. Faça videochamadas, afinal, ver o outro, ainda que pela telinha, lhe ajudará a ficar mais tranquilo.

– Conecte-se e desconecte-se: cuidado com o excesso de informações, com a enxurrada de áudios e vídeos. Prefira informações oficiais, de fontes confiáveis. Não passe o tempo todo ligado nas notícias. Escolha alguns momentos do dia para se atualizar e, depois, desconecte-se.

– Tenha uma rotina: algumas pessoas estão trabalhando em casa, outras não. Manter uma rotina favorece o sentimento de estabilidade e segurança, além de proporcionar organização. Procure manter atividades semelhantes às do dia-a-dia, como exercícios, leituras e estudos. Se possível, estabeleça alguma rotina em família.

– Seja produtivo: ocupe o seu tempo, pratique atividades físicas, leia, assista a filmes, séries e programas, faça algo que gosta, cozinhe, ouça músicas, faça algum artesanato, aproveite para organizar da sua casa. Converse sobre outros assuntos, jogue, brinque, divirta-se.

– Descanse: durma um pouco mais, relaxe e deixe as preocupações de lado. Neste momento, poucas coisas podem ser resolvidas. O excesso de preocupação e o estresse afetam o sistema imunológico, deixando você mais suscetível ao vírus. Em breve, tudo vai passar e esse momento de ócio vai lhe ajudar a encontrar soluções.

– Alimente-se bem: manter uma alimentação equilibrada é essencial.

– Cuide de você: tire um tempo para fazer algo que você gostaria de fazer, mas que não tinha tempo antes – desde que não precise sair de casa.

– Medite: é importante que você cuide do seu lado espiritual. Pratique atividades que fortaleçam o seu eu.

– Controle apenas o que você pode: nem tudo está sob o seu controle, então, não gaste energia com o que você não pode mudar.

– Aproveite as oportunidades: faça cursos on-line, estude e, quem sabe, pense em um novo projeto.

– Seja positivo: temos a tendência de focar no problema, na dificuldade, e isso prejudica o sentimento de esperança, que é muito importante para passarmos por essa crise. Tenha pensamentos positivos, falas otimistas e olhe para a frente.

O momento é de angústia, pois requer mudanças no nosso dia-a-dia, mas vamos aproveitar essa oportunidade para cuidar de nossa saúde mental e tirar dele os aprendizados e as oportunidades necessárias. Essa é apenas uma fase: com conscientização, cuidado, otimismo e coragem, em breve tudo voltará ao normal.

Por: Graziele T. Goedel – Psicóloga Organizacional dos Hospitais Notre Dame

Com ajuda da comunidade, Hospital comprará testes rápidos de Covid-19

O Hospital Notre Dame São Sebastião, de Espumoso, agradece à solidariedade de todas as pessoas que vem colaborando com a instituição no combate à Covid-19.

A partir de abril, o Hospital disponibilizará testes rápidos para detecção do coronavírus em pacientes que, após passarem pela triagem da equipe médica, forem considerados suspeitos.

A compra dos testes só foi possível, pontuou o coordenador administrativo e financeiro dos Hospitais Notre Dame, Rafael Scolari, graças às contribuições da comunidade espumosense e regional. Em especial, destacou a doação efetuada pela Associação de Assistência em Saúde dos Funcionários da Cotriel. Além disso, enalteceu o auxílio da advogada Lizandrea Antonini Koening no processo de abertura da conta bancária, a fim de que as doações financeiras pudessem ser obtidas.

Para saber mais sobre as ações já realizadas pelo Hospital, clique aqui!

Deseja contribuir?
Banco: Sicredi
Agência: 0218
Conta: 27666-9
Hospital Notre Dame São Sebastião
CNPJ – 92.017.516/0010-58

Pacientes com câncer têm chances de desenvolver uma infecção mais grave do coronavírus

A pandemia do novo coronavírus vem causando uma grande preocupação no mundo todo, especialmente em pessoas com a saúde frágil. Entre as condições que podem ocasionar uma infecção mais grave da Covid-19 está o câncer, uma vez que pacientes oncológicos, geralmente, têm uma imunidade menor.

Além da própria doença, o motivo pode ser o efeito imunossupressor de tratamentos como a quimioterapia, cortisona, transfusões de sangue e radioterapia. Entre os pacientes com maior risco estão aqueles que têm doenças hematológicas (leucemias, linfomas e mieloma múltiplo), que passaram por transplante de medula óssea ou estão em tratamento com quimioterapia.

Embora nem todos que estejam em tratamento contra o câncer sejam imunossuprimidos, é preciso tomar as precauções indicadas por veículos de comunicação confiáveis e órgãos de saúde. Caso a infecção ocorra nesses pacientes, eles devem ser acompanhados de maneira imediata e próxima pela equipe médica.

Em hipótese alguma, os pacientes devem interromper seus tratamentos oncológicos. Indica-se que seja evitado o contato físico, como beijos e abraços, com qualquer pessoa e, principalmente, com aquelas que tenham sintomas gripais e/ou em investigação pelo coronavírus, assim como os que estejam chegando do exterior. Caso apresente febre, coriza, tosse seca ou falta de ar, contate o seu oncologista.

 

Por: Dr. Luís Alberto Schlittler – médico oncologista (CRM 24748)

Hospital Notre Dame São Sebastião se prepara para atender pacientes com Covid-19

O Hospital Notre Dame São Sebastião, localizado em Espumoso, ampliou as ações de prevenção e implementou estratégias, a fim de prestar o atendimento necessário aos pacientes e preservar os demais da infecção pelo novo coronavírus, tais como:

– Montagem de uma tenda médica, localizada em frente ao Hospital, onde ocorrerá a triagem de casos suspeitos da Covid – 19.

– Ala exclusiva e isolada, composta por 10 leitos, para internação de pacientes com suspeita de infecção pelo novo coronavírus.

Por fim, o corpo clínico da instituição alerta que, ao realizar a triagem, as pessoas mantenham um distanciamento seguro, para que não ocorra a transmissão viral.

Rede de Hospitais Notre Dame disponibiliza atendimento on-line

A Rede de Hospitais Notre Dame, atenta ao cenário epidemiológico nacional e ao decreto de pandemia de coronavírus, informa que tem desenvolvido um intenso trabalho de prevenção e de orientação. Sendo assim:

– As visitas estão proibidas no Hospital Notre Dame São Sebastião, em Espumoso, e no Hospital Notre Dame Júlia Billiart, em Não-Me-Toque.

– Será permitido apenas um acompanhante por paciente internado. Caso haja troca de pessoal, a portaria do Hospitais deve ser comunicada.

– Está proibida a entrada de crianças nos Hospitais, exceto em casos de urgência.

– O chimarrão também está proibido no ambiente hospitalar.

– Evite aglomerações nos Hospitais.

– Caso alguém procure atendimento nos Hospitais, apresentando sintomas do coronavírus, os profissionais de saúde estão capacitados para proceder com a triagem desses casos específicos.

– Em razão da pandemia, estão suspensas as fotos dos recém-nascidos.

– Os Hospitais Notre Dame dispõem de álcool-gel em seus corredores, para a correta higienização das mãos.
– Somente procure os Hospitais em caso de extrema urgência.

– Os exames e consultas eletivas estão suspensos, exceto consultas para gestantes.

– Devido ao avanço do coronavírus no Brasil, a Rede de Hospitais Notre Dame reforça o atendimento através do WhatsApp (54) 9 9651-7823, a fim de que os pacientes possam esclarecer suas dúvidas on-line, com o suporte dos profissionais da saúde.

Contamos com a sua colaboração para diminuir a propagação do coronavírus!

Cuidados com a alimentação para fortalecer a imunidade

Manter uma alimentação equilibrada é essencial para fortalecer o sistema imunológico. Afinal, são os nutrientes que dão suporte à imunidade e mantêm as células saudáveis.

Conheça alguns alimentos que devem fazer parte das suas refeições:
– Vitamina D: peixes e ovos.
– Vitamina E: azeite de oliva extra-virgem, castanhas, avelã, sementes de girassol e abacate.
– Vitamina A: cenoura, batata doce, folhas de brócolis, manga e couve.
– Vitamina C: kiwi, goiaba, frutas cítricas, salsa, talos da couve e frutas vermelhas.
– Zinco: amêndoas, cereais integrais, castanhas e sementes (chia, linhaça, quinoa, psyllium).
– Ômega-3: peixes, castanhas, nozes e amêndoas.
– Compostos bioativos (antioxidantes e anti-inflamatórios): frutas, verduras, legumes e sementes em geral.
– Prebióticos: cebola, alho, batata doce, batata yacon, banana, aveia, farinha de banana verde e fibras (frutas, verduras, legumes).
– Ervas e especiarias: chá verde, chá de dente de leão, gengibre, cúrcuma, alho, canela, cravo, orégano, manjericão, alecrim e noz moscada.

Lembrando que o alimento ou nutriente não age sozinho. É preciso ter uma alimentação equilibrada aliada a um estilo de vida saudável. Por isso, hidrate-se bem, evite alimentos industrializados e tenha uma boa noite de sono.

Por: Jordana Tirloni da Silva/Nutricionista do HNDSS (CRN2 14039D)

Hospitais Notre Dame comunicam ações preventivas contra o coronavírus

Devido à pandemia de Coronavírus (Covid-19), os Hospitais Notre Dame São Sebastião, de Espumoso, e Júlia Billiart, de Não-Me-Toque, comunicam as ações preventivas que já estão sendo adotadas.

  • Horário de visita: somente das 15h às 16h (apenas um visitante).
  • Somente um acompanhante por paciente internado.
  • O chimarrão está proibido no ambiente hospitalar.

A direção recomenda, ainda, que a população só se dirija aos Hospitais em casos de emergência.

Quarenta mil pessoas são diagnosticadas, anualmente, com câncer de intestino

No Brasil, o câncer de intestino é o 3º tumor maligno mais frequente entre homens e o 2º entre as mulheres. Segundo o Instituto Nacional de Câncer, são diagnosticados 40 mil novos casos por ano. A maior incidência é na faixa etária entre 50 e 70 anos. Apesar de serem registradas quase 19 mil mortes anuais devido à doença, ela é tratável e tem grandes chances de cura, quando detectada precocemente.

Além disso, o histórico desse câncer na família ou de alguma doença inflamatória intestinal, o alto consumo de gordura e carnes e o baixo consumo de cálcio podem influenciar no surgimento desse tumor maligno. Igualmente, o tabagismo, o alcoolismo, o sedentarismo, a diabetes e a obesidade são fatores de risco.

Detecção precoce
Recentemente, estudos evidenciaram o aumento de casos de câncer de intestino em pacientes jovens, com menos de 50 anos de idade. Por este motivo, pessoas com mais de 45 anos, mesmo sem sintomas, devem fazer anualmente o exame de colonoscopia – endoscopia digestiva do intestino grosso.

Os principais sinais e sintomas desse câncer são:

  • Sangramento nas fezes
  • Inchaço abdominal
  • Dor abdominal
  • Perda de peso e anemia
  • Mudança de hábito intestinal – diarreia / constipação

Contudo, esses sinais e sintomas podem ser, por exemplo, de hemorroidas, verminose ou úlcera gástrica. Sendo assim, precisam de um diagnóstico correto e tratamento específico. Na maioria das vezes, esses sintomas não são causados por câncer, mas é importante que sejam investigados por um médico de confiança – principalmente, se não melhorarem em alguns dias.

Por: Dr. Luís Alberto Schlittler – Médico Oncologista